sábado, 31 de outubro de 2009

Castelos

0 comentários


E ele se foi, levando consigo tudo o que ela havia conquistado. Não fora por amor que ela fizera tudo aquilo. A maneira como criara seus castelos fora para si mesma. Deu-se conta, apenas, quando ele partiu. Mas nada fora assim, tão rápido. Ele saiu, bateu a porta e ela nem percebera, até que uma parte do que ele levou passou a lhe fazer falta.
Quando abriu a caixa de ferramentas, que guardava no horizonte, descobriu que faltavam algumas, essenciais. Sem elas, os castelos não se manteriam de pé. Sabia que já não poderia pedir nada de volta - o que é levado nunca retorna. Também não tinha certeza se encontraria por aquelas colinas alguma ferramenta similar.
Seus castelos eram de areia e iam se desfazendo conforme o vento soprava. Ficavam pelo chão, se espalhavam, mas, no final das contas, estavam ali, desorganizados, sem estrutura, perdidos pelo ar. Decidira fazer seus castelos nas nuvens e, mesmo que o vento viesse dispersá-las, ainda poderia desenhar alguma coisa bonita no céu, que alguém lá embaixo apontaria tentando descobrir. "Achei um coelho, tá vendo ali?" "Coelhos não têm asas, tolinho", e ganhara um beijo na testa.

Leila Claudia Braga

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Violão

0 comentários



Vem, corre
Pega o teu violão e me segue
Não há muito mais para levar
Preciso saber o que há por trás de tudo
O que as metáforas não conseguem alcançar
Nem a mente do homem pode traduzir
Vem e dedilha
Me conte toda a sua história em três minutos
Os mistérios por trás dos teus olhos sorridentes
Com quaisquer palavras que você conheça
Vou estar ouvindo, atenta
Você pode me dizer quando, onde
Ou por que nós chegamos até aqui?
Nós demos as mãos e saímos por aí
Sem direção ou prazo
Tudo dura o infinito, se quisermos
Ou soubermos a fórmula
Esse acorde é tão bonito
E eu gosto dos teus dedos nas cordas
Quando me calo eu te vejo assim
E tudo o mais vai passando
Sem se notar
Ainda resta um minuto
Para a sua história terminar
Canta de novo aquele refrão
Ainda há uma tarde inteira
Para tudo o que quero te mostrar

Leila Claudia Braga

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Sessão nostalgia!

0 comentários



Que saudade!!!

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Pequeno tiiiinco!

0 comentários

sábado, 17 de outubro de 2009

Daniel Pennac

0 comentários
"Amiga, me diz um texto legal para eu trabalhar em terapia?"
E ela me veio com "Como um romance", de Daniel Pennac.

"O tempo para ler é sempre um tempo roubado. (Tanto como o tempo para escrever, aliás, ou o tempo para amar.)
Roubado a quê?
Digamos, à obrigação de viver.
É sem dúvida por essa razão que se encontra no metrô - símbolo refletido da dita obrigação - a maior biblioteca do mundo.
O tempo para ler, como o tempo para amar, dilata o tempo para viver.
Se tivéssemos que olhar o amor do ponto de vista de nosso tempo disponível, quem se arriscaria? Quem é que tem tempo para se enamorar? E no entanto, alguém já viu um enamorado que não tenha tempo para amar?
Eu nunca tive tempo para ler, mas nada, jamais, pôde me impedir de terminar um romance de que eu gostasse.
A leitura não depende da organização do tempo social, ela é, como o amor, uma maneira de ser." (Fragmento de "Como um romance", de Daniel Pennac)


DIREITOS IMPRESCRITÍVEIS DO LEITOR

1. O direito de não ler.
2. O direito de pular páginas.
3. O direito de não terminar um livro.
4. O direito de reler.
5. O direito de reler.
6. O direito ao bovarismo (doença textualmente transmissível).
7. O direito de ler em qualquer lugar.
8. O direito de ler uma frase aqui e outra ali.
9. O direito de ler em voz alta.
10. O direito de calar.

Cintia aumentando meus futuros gastos...

Quero ler esse livro!!! :D

Vincent - Tim Burton

0 comentários


:D

Comment est votre chinois?

0 comentários


Como é o seu Chinês?

A Onda

1 comentários



"A Onda" (Die Welle, 2008) é um filme alemão que fala sobre autocracia.
Só por essa descrição o filme já seria interessante de se ver, mas ainda tem mais.
O filme se baseia na história real de um professor de História Contemporânea de um colégio norteamericano, que devido ao desinteresse dos alunos pela disciplina, propõe uma metologia diferente para explicar o fascismo.
Durante uma semana ele instaura um regime fascista dentro da sala de aula.
O filme mostra a forma como cada um dos alunos se coloca diante dessa experiência e como ela foge ao controle.
"Em apenas uma semana? o.o", foi o que mais me deixou intrigada.
Alguns dias depois, assistindo ao Discovery Civilization (hehe que vício :P) ouvi sobre uma experiência semelhante (embora não fosse política) que foi realizada em uma universidade dos EUA. Um grupo de alunos do curso de Psicologia foi dividido em dois papéis: metade seriam carcereiros de um presídio fictício, e a outra metade seriam prisioneiros. Em menos de uma semana a experiência teve que ser interrompida. Os alunos que representavam os carcereiros já agiam de forma totalitária em relação aos presos, e a experiência estava fugindo ao controle.
É impossível não parar para pensar na forma como o filme retrata a facilidade em, nos dias de hoje, conseguir adeptos de um regime fascista.
O fato de se passar na Alemana aumenta ainda mais a provocação desse pensamento.

Fica aí minha recomendação do filme :D
E para quem quiser baixar, basta clicar aqui.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Discovery Civilization

0 comentários

Não costumo ver muita televisão, mesmo quando tem algum programa que eu sinta vontade de acompanhar, como o Cilada, House, Friends e etc.
Tentei até mesmo acompanhar a nova novela do Maneco (por sinal muito ruinzinha) mas também não consegui. Por um lado falta tempo, por outro falta memória, já que eu sempre esqueço o horário e o canal dos programas...
Mas, recentemente, ultrapassei a barreira do Telecine Cult (geralmente onde desisto da tv e levanto do sofá) e segui trocando os canais que ficam acima do 65 da net e achei o Discovery Civilization!
Pra quem tem a Net Digital é o canal 86 e é muito bom!!!
Agora quando ligo a tv já vou direto pra ele, e quase sempre está passando algum documentário interessante (pelo menos pra mim): como se dá o processo de mumificação espontânea, primeiras pirâmides do Egito, a queda de Roma, as mudanças que vem acontecendo na igreja Católica em certos países latino-americanos, a origem do lança-chamas, o fenômeno climático do Dragão Negro e as implicações culturais na China, o crescimento econômico de Cingapura... e por aí vai! =)
Acabo assistindo um documentário atrás do outro...
Acho que isso tem suprido a minha saudade das aulas de História, Geografia e coisas ligadas a área de Humanas hehehe

Lindo!

0 comentários


Videozinho lindo demais =)

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Olimpíadas!!!

2 comentários


Ainda tem a Copa em 2014! yeah!!!