segunda-feira, 18 de julho de 2011

Coisas azuis




Eu vejo meninos andando com suas mochilas e tênis azuis
Eu vejo o cachorro com cara de ovelha correr
Atrás da menina com o seu sorvete, buscando o mar
Eu ouço, meu bem, eu escuto as nossas conversas
- Vamos viajar? - e as nossas mãos entrelaçadas
Quase amarradas como o teu olhar no meu,
[Meu bem] hoje eu percebo tantas coisas boas
Que agora já consigo enxergar
E não importa o quanto se ame e o quanto se queira
Há sempre no mundo alguma maneira
De se machucar

Leila Claudia Braga

2 comentários:

Pablo disse...

Ao contrário do que vc pensa, gostei mto!!!

Leilucha disse...

rsrsrs que bom! :)

Postar um comentário