sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Coisa de novela



As brumas do cabelo dela
espalham-se pela favela
e me perfumam a janela
quem é que vai contar a ela?

Que a cada passo de donzela
que ela dá pela favela
já me apertam a goela
quem é que vai contar a ela?


Já não resisto a uma olhadela
parece coisa de novela
lá vem seu cheiro de canela
quem é que vai contar a ela?

Eu lhe prometo à piscadela
lhe dar o amor todo em rodela
e me perder só por tabela
quem é que vai contar a ela?

Me espere moça na capela
chame toda a sua parentela
que eu vou com flores na lapela
se um dia eu for contar a ela...


Leila Monteiro de Castro

1 comentários:

Pablo disse...

Pela tela, pela janela. Quem é ela? Quem é ela?

Postar um comentário