quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Rabiscos de luz



Dias azuis com baldes de sol
Pra iluminar o seu futebol
Ventos chiando com risos de mar
Todas as ondas a te acompanhar

Tubos, cubos, mudos
Muros de sussurros
Do amor que eu guardei
Em segredo pra você

Medo, cedo, chego
Um arremesso de abraços
Só pra ver você sorrir
Antes do ônibus partir

Sento no chão e rabisco no ar
Noites de cores que ofuscam o luar
Fujo do escuro e corro até lá
Só pra você me achar

Queixo, mexo, deixo
Me ajeito sem ar
Redes de listras pra me balançar
Só pra enfim te beijar

Leila Monteiro de Castro

1 comentários:

Pablo disse...

Muito musical esse! Muito bom!

Postar um comentário